19 fevereiro 2015

Eu Li #43 * Inferno - Dan Brown

Olá Pensadores!

Como já diz o ditado... O ano acabou de começar!
Carnaval passou e eu que não brinco e não saio nessa época do ano, aproveitei para relaxar com o meu marido. Ficamos 5 dias "internados" no nosso lar só curtindo a folga! Eu lendo, ele jogando e ambos assistindo muuuitos filmes, em breve trago críticas de alguns deles no CINE PENSAMENTO!
E vocês? Como passaram esse feriadão maravilhoso!? Espero que tenha sido ótimo. Cada um do seu jeito. Em blocos, na rua, em casa, curtindo com moderação um diversão saudável. E as leituras? Eu estou meio empacada mas tá indo!

Enfim, vamos para de enrolação e falar do livro de hoje que é uma cortesia da parceira Editora Arqueiro e é só amor já que sou super fã desse autor... Quem? Dan Brown! Vamos lá?

ISBN: 9788580411522
Ano: 2013 / Páginas: 448
Idioma: português 
Editora: Arqueiro
Sinopse:
Inferno - Neste fascinante thriller, Dan Brown retoma a mistura magistral de história, arte, códigos e símbolos que o consagrou em "O Código Da Vinci", "Anjos e Demônios" e "O Símbolo Perdido" e faz de Inferno sua aposta mais alta até o momento.

No coração da Itália, Robert Langdon, o professor de Simbologia de Harvard, é arrastado para um mundo angustiante centrado numa das obras literárias mais duradouras e misteriosas da história: O Inferno, de Dante Alighieri.
Numa corrida contra o tempo, ele luta contra um adversário assustador e enfrenta um enigma engenhoso que o leva para uma clássica paisagem de arte, passagens secretas e ciência futurística. Tendo como pano de fundo poema de Dante, e mergulha numa caçada frenética para encontrar respostas e decidir em quem confiar, antes que o mundo que conhecemos seja destruído.

Meu Comentário:

Antes de iniciar os meus comentários sobre o livro, gostaria de agradecer imensamente à Editora Arqueiro por ter cedido o livro como cortesia para resenha, obrigada!
"Nada é mais criativo ou destrutivo do que uma mente brilhante com um propósito."
Surpreendente. 
Acho que essa palavra é a que mais se encaixa na descrição de um livro como INFERNO. Que cerca o leitor de pistas, e de impressões aparentemente seguras, apenas para fazer tudo cair por terra ao chegar nas ultimas folhas. 
Esse é o 4º livro do protagonista Robert Langdon, o héroi que vence os vilões não com a força física, mas com o seu intelecto notável. Professor de simbologia em Havard, Robert embarca em sua segunda aventura pela Itália mas dessa vez sem uma das coisas mais importantes para desvendar tantos mistérios e enigmas que rodeiam a trama da história: A memória.
Confuso e sem saber Aonde está, Langdon acorda em um quarto de hospital e não se recorda o que aconteceu e nem o porque está naquele lugar. É assim que ele conhece Siena Brooks. O mundo não está certo e nem as explicações para a situação e é nesse momento que começa uma perseguição implacável com tiros, sangue e poucas respostas para a mente perturbada do professor Langdon.
Meu presente é o futuro.
Meu presente é a salvação.
Meu presente é o Inferno.
Com essas palavras, sussurro amém… e dou o último passo para mergulhar no abismo. (Prólogo)
Assim como Anjos e Demônios e O Símbolo Perdido, INFERNO, mescla o antigo, o atual e o futuro de forma genial e crível. Nesse caso, o quebra cabeça da história é montada (como é de costume do autor, que além de escritor é formado em história da arte) com peças que variam entre obras de artes - pinturas, esculturas ou obras arquitetônicas históricas- literatura e assuntos totalmente atuais e futurísticos como transgênese e questões científicas não muito comuns de serem discutidos, ou seja, o livro é um tesouro de conhecimento, ainda que se trate de uma ficção. Além de ser mais um obra empolgante e intrigante.

Sequestrada por homens armados a Dra. Elizabeth Sinskey, diretora da ONU está envolvida nessa corrida contra o tempo para evitar que um vilão de auto escalão financeiro e intelectual ponha em prática o seu plano para assim como a peste negra, dizimar uma parte da população, já que ele acredita que em breve o mundo que conhecemos não mais existirá ou não suportará a quantidade de pessoas que nele existem, explorando-o incessantemente.  E para isso é primordial que Langdon interrompa tais planos. Pelo bem das pessoas.
Eu sou a Sombra.
Pela cidade atormentada, eu fujo.
Pela eterna desolação, corro para escapar.(Prólogo)
Percorrendo os nove círculos do sofrimento, mencionados na obra de Dante Alighieri, Langdon seguirá as pistas deixadas pelo vilão misterioso, por entre citações e segredos intrínsecos em um poema antiquíssimo, mas que ainda assim detém as respostas as quais ele necessita.
Repleto de segredos e ligado à celebre obra homônima de Dante Alighieri (junto com Purgatório e Paraíso), INFERNO, vem de forma inteligente, poética e intrincada abrilhantar a literatura de uma forma geral e de forma menos violenta incitar uma reflexão sobre o mundo em que vivemos e a forma que o exploramos, muitas vezes indiscriminadamente.

Não preciso dizer que AMEI a trama que foi ricamente tecida e pontilhada com frases do poema mais assustador (minha opinião) que existe, combinando com a atmosfera pesada e assustadora proposta no livro. Eu indico demais, assim como todos os outros livros do autor (Que arrasa! Sem mais! haha).


E aí? Quem mais aí leu INFERNO!? Compartilhem as suas impressões!
Beijão gente!

6 comentários:

  1. Boa tarde,
    Como esta?
    Nunca li este livro. Aliás,não li nada do Dan Brown ainda :( kkkkkk
    Bacana sua resenha >.<

    Beijos e tenha um excelente final de semana
    www.rimasdopreto.com

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Oi!
      Não leu? Pois leia e não irá se arrepender!
      Obrigada pelo comentário!
      =)

      Excluir
  2. Eitaaa..... bateu uma saudade agora de ler algum livro do Dan. Li apenas "O Símbolo Perdido", mas foi o suficiente para mim conquistar. Sua resenha me deixou ainda mais com vontade de ler "Inferno" hahaha


    Lucas - Carpe Liber
    http://livrosecontos.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Leia!
      Procure os outros também! Você vai amar o Código da Vinci!
      Obrigada pelo comentário!
      :)

      Excluir
  3. Adoro os livros do Dan B. No dia que ele compartilhou a minha resenha do livro, eu quase morri do coração!

    http://dictomia.blogspot.com.br/2015/01/o-que-esperar-quando-nao-esta-esperando.html#comment-form

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Maysa!
      Dan é um mestre né?
      E ele compartilhou a tua resenha! OMG! :O
      Obrigada pela visita!
      Beijos!

      Excluir

Olá!
Deixe aqui a sua opinião sobre a postagem e sobre o blog!
Peço que não usem de palavras obscenas.
Obrigada por comentar!Bom Pensamento!!!
Voltem Sempre*

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...