18 fevereiro 2013

Cine Pensamento #8 * Perfume - A história de um assassino

Oi Gente!


A postagem de hoje é a seguinte: 
Há alguns meses tive que assistir a um filme para fazer uma resenha crítica para uma disciplina na faculdade e o filme me impressionou muito.
A resenha que eu fiz tem umas partes mais técnicas referentes a tipos de conhecimento que vou cortar já que não de interesse geral. No momento estou lendo o livro que deu origem a essa produção e é ainda mais profundo e inquietante.
Sem mais delongas... Sintam o PERFUME!


  • Lançamento: desconhecida (2h 27min
  • Dirigido por: Tom Tykwer
  • Com: Ben Whishaw, Dustin Hoffman, Alan Rickman
  • Gênero: Drama , Suspense
  • Nacionalidade: França , Espanha , Alemanha
Sinopse:
Paris, 1738. Jean-Baptiste Grenouille (Ben Whishaw) nasceu em um mercado de peixe, onde sua mãe (Birgit Minichmayr) trabalhava como vendedora. Ela o tinha abandonado, mas o choro de Jean-Baptiste faz com que seja descoberto pelos presentes na feira.
Isto também faz com que sua mãe seja presa e condenada à morte. Entregue aos cuidados da Madame Gaillard (Sian Thomas), que explora crianças órfãs, Jean-Baptiste cresce e logo descobre que possui um dom incomum: ele é capaz de diferenciar os mais diversos odores à sua volta. Intrigado, Jean-Baptiste logo demonstra vontade de conhecer todos os odores existentes, conseguindo diferenciá-los mesmo que estejam longe do local em que está. Já adulto, ele torna-se aprendiz na perfumaria de Giuseppe Baldini (Dustin Hoffman), que passa por um período de pouca clientela. Logo Jean-Baptiste supera Baldini e, criando novos perfumes, revitaliza a perfumaria. Jean-Baptiste cada vez mais se interessa em manter o odor de forma permanente, o que faz com que busque meios que possibilitem que seu sonho se torne realidade. Só que, em suas experiências, ele passa a tentar capturar o odor dos próprios seres humanos.

Meu comentário:


Traumatizado desde o abrir dos olhos, é assim que se inicia a saga de Jean-Baptiste Grenouille. Indesejado pela mãe e nascido de um parto cruel feito pela mesma em um fétido mercado de peixes na Paris do século XVIII.
Descoberta em sua tentativa de mata-lo, a mãe de Jean-Baptiste é levada à forca. Órfão, ele foi levado a um “abrigo” onde as crianças eram exploradas e é lá onde tentam mata-lo novamente. Ainda bebê Jean-Baptiste sofre mais esse trauma que inconscientemente irá contribuir para a formação de sua personalidade doentia e extremamente singular.
            Depois de certa idade Jean-Baptiste é vendido para trabalhar (escravo) em um curtume, onde a expectativa de vida é de apenas cinco anos, e mais uma vez ele contradiz as suposições e sobrevive afinal ele tem uma história pra viver e fazer.
 Desde muito pequeno Grenouille demonstra um talento especial: Ele possui uma capacidade incomum, um olfato extremamente apurado e a capacidade de guardar e “destrinchar” cada odor em sua mente, sentindo as particularidades de cada um. E é justamente esse talento permeia toda a história.
  Depois de vários anos trabalhando incansavelmente até dezesseis horas por dia, a vida de Jean-Baptiste muda quando ele comete o seu primeiro crime (não intencionado) passa a ser aprendiz de um perfumista Italiano quase falido. Giuseppe Baldini compra o rapaz ao dono do curtume e o leva para aprender o ofício, com uma única condição imposta por Grenouille: Ele precisa ensiná-lo a preservar o perfume de todas as coisas.
Baldini sai do esquecimento com o sucesso estrondoso que os perfumes criados por Jean-Baptiste e seu olfato quase sobrenatural proporcionam. Após algum tempo Jean-Baptiste ainda não conseguiu aprender a arte de preservar o perfume de todas as coisas e quase morre tamanha é a sua obsessão. Então Baldini o manda para Grasse, a “Meca” dos perfumistas. E é lá que Jean-Batiste Grenouille procura sua alma, seu perfume, pois sendo aquele que pode sentir e guardar todos os odores, ele não possui o seu próprio cheiro. Ele não possui alma, segundo as palavras de Baldini, o perfume é a alma das pessoas. Então o que é Jean-Baptiste para o mundo? Em sua mente, ele apenas nunca existiu verdadeiramente.
 Para elaborar o melhor perfume do mundo, o seu perfume, Grenouille, torna-se um verdadeiro Serial Killer, demostrando indícios de psicopatia durante toda a história. Porém o seu único desejo é preservar os melhores aromas que o seu olfato já pode captar. E ele consegue. O perfume produzido por ele o faz verdadeiramente poderoso, como um anjo, Grenouille detém o poder de controlar o amor com apenas uma gota do melhor perfume já produzido. Porém o amor, que sempre foi um sentimento desconhecido para ele, torna-se a apoteose e a ruína de Jean-Baptiste, que em meio a um mercado fétido de Paris finalmente tem a ilusão de ser amado.
O que também pode ser observado é a atitude religiosa , quando a igreja no filme associa sempre a maldade, que pode ser explicada como uma tendência psicopata de uma pessoa, ao demônio, além de o perfume supostamente conferir um poder divino a Grenouille, fazendo-o aos olhos das outras pessoas um enviado de Deus. 
 Inicialmente foi dito que o filme era impossível, pois o personagem principal não se expressava. Ao assistir a essa produção é óbvio que esse empecilho foi superado com maestria, pois Jean-Baptiste foi interpretado com tamanha intensidade que as falas tornaram-se algo secundário.
Ben Whishaw que atuou em 007 - Operação Skyfall, simplesmente deu um show de interpretação. Poucas palavras e muita intensidade nos atos e um olhar que na minha opinião o consagrou como Jean-Baptiste.
Cenas extremamente belas e chocantes permeiam toda a trama. E ao associar a fotografia, os fatos, a trilha sonora e outros elementos, possuímos um filme que confunde e choca que o assiste e divide os sentimentos entre a revolta e a piedade. 

Fotos:

Assista ao Trailer:

E aí gente? Comentem aí! 
Beijos*

20 comentários:

  1. Oi,Luana!

    Nossa! Eu pirei nesse filme! Não o conhecia, mas fiquei perplexa diante dessa resenha maravilhosa. As imagens e o poster do filme denotam ainda mais a beleza dele. Vou baixá-lo imediatamente! Adoro filmes dramáticos!Obrigada pela dica sensacional!
    Amei a resenha!

    Bjs!
    Zilda
    http://www.cacholaliteraria.com.br

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Oi Zilda!
      Que bom que gostou! Realmente PERFUME é um filme maravilhoso. Um filme o qual você ama ou odeia.
      Eu amei. espero que você me também!
      Beijos*

      Excluir
  2. Olha só, qlq coisa que eu diga elogiando esse filme ainda é pouco. E´um filme lírico, um serial killer forjado no útero materno desde sempre.
    Amo esse filme, li o livro anos e anos atrás e tb o achei perfeito claro, ele é denso e muito especial de se ler. Nossa, se deixar fico aqui elogiando livro e filmes até amanhã. ótima dica de filme, vou até assistir outra vez.
    Beijão
    Viviane
    Razão e Resenhas

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Vivi!
      É uma história muito impressionante não é?
      Inquietante e clássico! Todos deveriam assistir!
      Obrigada pelo visita viu?
      Beijão!

      Excluir
  3. Luana, já conhecia sobre o filme, e apesar de já ter visto trechos nunca assisti ele completo. Quero muito. Tem o livro que eu gostaria de ler, também.
    Beijinhos no coração e um ótimo final de semana para você.
    http://marlicarmenescritora.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Oi Marli!
      Pois assista assim que puder. Vale a pena!
      Beijos e Obrigada pela visita!
      :)

      Excluir
  4. Oi queridona, eu tenho este filme... e é sensacional!!! O enredo é intrigante e eu me senti cativada pelo pobre(e doentio) Jean Baptiste... se vc tiver a oportunidade, leia o livro!!

    bjks :*

    JoicySorciere => CLIQUE => Blog Umas e outras...

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Oi Joicynha!
      É sensacional mesmo!
      Estou lendo! Beijão*

      Excluir
  5. Agora sim seu blog esta lindo e agradável, garanto que voltarei a vim com freqüência e claro assim te espero no meu!!!!
    Já vi esse filme a tempos e gostei muito, achei ele mega interessante!!!!

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. OI Aline, minha conterrânea!
      Obrigada e que bom que gostou daqui!
      Vou no seu blog sim, pode deixar!
      Beijos*

      Excluir
  6. Já tinha visto alguma coisa sobre o livro e o filme, mas não dei muita bola... pior pra mim!
    Parece bem intrigante e instigante... vou encaixar nas minhas metas para esse ano!
    Luana, na verdade, passei aqui pra avisar sobre sobre 2 indicações que fiz ao seu blog e acabei sendo agraciada com essa resenha incrível, o link é esse:http://absortoemlivros.blogspot.com.br/2013/02/especial-o-caso-dos-selinhos-esquecidos.html

    Espero que goste,
    Bruna
    http://absortoemlivros.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Pois é Bruna!
      Vou lá no seu blog e muuuito obrigada pelas indicações e visita!
      Beijos. :*

      Excluir
  7. Eu assisti a muito tempo esse filme, fiquei encantada e ao mesmo tempo angustiada com a historia dele.
    Jean-Baptiste sofreu tanto e era tao apaixonado por sua arte que levou tudo ao extremo.
    é um filme intenso e muito bonito, pelo menos pra mim neh kkkkk

    Adorei tua resenha.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Oi linda!
      Obrigada viu?
      Na verdade quem conhece a história ou ama ou odeia. Nós amamos!
      Beijos*

      Excluir
  8. ualll eu adoroo esse tipo de filme, so a capa já me deu gostinho de quero mais, a epoca em que se passa o filme tbm é apaixonante obrigada pela dica *-*


    http://www.pagina-extra.blogspot.com

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. É, a capa é linda mesmo Jeh!
      Dica dada! Assista mesmo!
      Beijos*

      Excluir
  9. Oii Luaa...
    Menina, teu post tá arrasaor, amei. Não conhecia este filme, o que deveria,...hehe, mas nunca é tarde. Adoro dramas, são os melhores filmes. Vou olhar, adorei a dica. Agora, sobre o livro, leria só pela capa, que é maravilhosamente detalhada... cheia de símbolos.

    Beijão

    TeLa
    http://www.penseiraliteraria.com.br/

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Oi Tela!
      Saudades suas, amiga.
      Obrigada pelo elogio e assista assim que puder e me conta o que achou!
      Beijos*

      Excluir
  10. Eu assisti este filme uns anos atrás e achei fantástico. Nunca lli a obra, mas o filme me impressionou demais. Belo e perturbador.
    Bj, Aris.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Oi Aris!
      Você traduziu muito bem o que o filme é e transmite!
      Beijos e obrigada pela visita!

      Excluir

Olá!
Deixe aqui a sua opinião sobre a postagem e sobre o blog!
Peço que não usem de palavras obscenas.
Obrigada por comentar!Bom Pensamento!!!
Voltem Sempre*

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...